Re(Descobrir)

História Oral e Valorização de Património Edificado, 2014

(Re)Descobrir a Trafaria é um projeto de valorização do património arquitetónico da vila da Trafaria que parte dos testemunhos da memória colectiva dos seus habitantes.

Durante 5 meses realizaram-se mapeamentos e recolhas colectivas de testemunhos orais, registrados em áudio e por escrito, bem como entrevistas individuais. Uma vez identificados pela comunidade os 7 edifícios mais emblemáticos, pesquisaram-se e catalogaram-se todos os documentos encontrados – fotografias, postais, livros, jornais, etc. As dinâmicas eram abertas a todos, dirigidas sobretudo à população sénior, mas complementadas com momentos de partilha e sensibilização intergeracional em visitas e peddy papers pelo território.

Seguiu-se a criação de um mapa virtual e desenho em autocad dos edifícios, trabalho que, no caso dos edifícios devolutos, inacessíveis ou mesmo em ruína, foi possível graças à memória coletiva ainda viva. Através da valorização das histórias pessoais, o (Re)Descobrir pretendeu reforçar o sentimento de pertença dos moradores e os seus laços de vizinhança.

Esta iniciativa iniciou-se em julho de 2014, a par da construção da Biblioteca da Trafaria sendo parte do projeto de revitalização urbana levada a cabo pela Junta da União de Freguesias de Caparica e Trafaria. A equipa contou com o aconselhamento e apoio metodológico do Museu da Cidade de Almada e o Museu da Pessoa, no Brasil (Manual de Tecnologia Social da Memória e Manual do Entrevistador).

A Equipa

  • Concepção e Implementação: Dolores Papa, Mariana Vargues e Inês Martins
  • Edição gráfica: Inês Martins
  • Administração e atendimento ao público: Sandra Garcia
  • Criação da App: Ana Paula Pratas
  • Agradecimento pela proposta da ferramenta de partilha de conteúdo: Mário Mendão

Promotores

  • Ensaios e Diálogos Associação
  • Junta da União das Freguesias de Caparica e Trafaria

Parceiros

  • Museu da Cidade de Almada e Museu da Pessoa