Prisão Paraíso

Ativação do antigo Presídio da Trafaria, desde 2014

 

Em 2014 a EDA foi convidada pelo município de Almada para pensar e projetar coletivamente um possível futuro para o Antigo Presídio da Trafaria. Prisão Paraíso dá nome a um processo de imaginação e ativação colectiva que tem resultado em várias ações ao longo dos anos.

A primeira proposta de programação foi a Opereta A~Mar (2014), seguida de um laboratório cultural Hallo:Plataforma Trafaria em 2016. Depois daí resultaram diferentes projetos em permanência no espaço: a oficina de carpintaria do Gato Morto, o Projeto Jardim, a cozinha comunitária, bem como espaços de trabalho. Porque continua claro o potencial deste espaço enquanto pólo cultural, a Prisão Paraíso continua a acolher projetos, pessoas e ideias.

Em agosto de 2018, realizou-se uma nova residência para melhorar os espaços de convívio e co-working. Dada a constante mutação de intenções políticas para o local, a premissa foi dotar o espaço de equipamento e instalações amovíveis e multifuncionais. Desde então, o Presídio conta também com instalações artísticas, como o (enigmático) Landmark do colectivo PZZL, projetos de iluminação nocturna, um forno de pizza e um sistema de irrigação, refeições comunitárias cozinhadas pelos moradores da Trafaria, experiências de Nicole Kiersz com pigmentos a partir do levantamento das cores da região, entre outros. Seguiu-se o Cinemar (Outubro), uma semana de partilha de experiências ERASMUS+ com o colectivo Bruit du Frigo (Novembro), residência de estudantes de arquitectura de interiores do Institut Saint Luc de Brussels (Abril), entre outros.

Prisão Paraíso é um processo participativo assente na liberdade criativa que envolve e respeita a realidade local, contribui para o seu desenvolvimento social e ambiental, cria experiências culturais singulares e apela à democratização dos espaços públicos. Um processo dinâmico que continua a acolher novas propostas e atividades.

A Equipa

  • Veja projetos:
  • Hallo: Plataforma Trafaria
  • Radio Trafaria
  • Projeto Jardim
  • CineMar
  • A equipa da residência em 2018: Amalia Buisson, Arthur Andrieu, Artur Moura, Fabienne Garti, Giovanni Peixoto, Julien Fargetton, Karoline Butzert, Kim Dall'armi, Léa Guillot, Léonard Contramestre, Maddalena Pornaro, Megan Whitehead, Nicolas Lemee, Nicole Kiersz, Orsola Bonsi, PZZL Collectif, Rafi Spangenthal, Reid Calvert, Samuel Carvalho, Samuel Rodrigues, Saskia Selwood, Sofia Costa Pinto, Teresa Mazzanti, Théo Grainzevelles, Violette Lamarche